banner_triunfo_02.png
  • Voz de Portugal

Lorenzo Viotti, o maestro titular da Orquestra Gulbenkian

Por Pedro Henrique de Sousa



Marcada pela pandemia e pelas suas restrições, a nova temporada de música da Gulbenkian, que foi divulgada nesta segunda-feira (31) e que abre no 11 de setembro, aposta na orquestra residente regida por Lorenzo Vioti (foto) e nos seus solistas, escolhe "grandes peças sinfônicas", mantém-se atenta aos 250 anos do nascimento de Beethoven, prosseguindo a integral das sinfonias do compositor alemão, e conta com a versão de palco da ópera "Dido e Eneias", de Henry Purcell, entre outras propostas. Fará ainda a estreia absoluta de "Point of Departure", de Jorge Filipe Pinto Ramos.

A propagação da covid-19, que parou a programação anterior em março, e "a imprevisibilidade" da doença, provocada pelo novo coronavírus, sustentam no entanto uma divulgação mais cautelosa, limitada apenas aos primeiros quatro meses da programação, de setembro a dezembro, embora a Fundação, garanta que "haverá Temporada 2020/21 completa", a divulgar ao longo do ano.

4 visualizações
banner_grupo cofico.png
banner_arouca.png
banner_bom e barato.png
banner_686 gourmet.png
banner_breeze's.png
banner_esc. contabil vieira.png
banner_seu antonio.png
banner_AAP.png

© 2020 por Voz de Portugal. Criado com amor por Nathalia Maciel