banner_triunfo_02.png
  • Voz de Portugal

Leven Siano divulga projeto que fará do Vasco uma Potência

O candidato à presidencia do Vasco, Leven Siano mostra o projeto que tem para o clube: “Foram 2 anos estudando o cenário do Vasco e investindo recursos próprios para trazer projetos reais, bem embasados e que possam ser novas fontes de receita que farão o clube se reerguer.


Nas últimas semanas, a chapa de Leven Siano vem apresentando diversos projetos que estão prontos para serem colocados em prática. Ele fala sobre eles: “Foram 2 anos estudando o cenário do Vasco e investindo recursos próprios para trazer projetos reais, bem embasados e que possam ser novas fontes de receita que farão o clube se reerguer. Está tudo pronto para fazer do Vasco uma potência novamente!”

O projeto Somamos apresenta a visão do Vasco que tem a chapa do candidato Leven Siano. “Em geral, temos visto que o Futebol brasileiro está com um modelo de negócios ultrapassado e inclusive o Vasco que apresenta uma empresa familiar.

“Para voltar a colocar o Vasco no lugar que tem que estar, que é no topo, a gente precisa mudar esse modelo de negócios. Pouco adiantará quem seja o presidente se as coisas continuarem a ser feitas como nos últimos anos.

Para nós é imprescindível mudar o modelo de negócios. O Somamos vem, depois de uma pesquisa de campo, debates e brain storms com executivos de primeiro mundo, implementar um modelo de gestão inovador.”

Segundo ele, “O Vasco chegou a uma situação que é difícil fazer uma transformação se não tiver dinheiro novo. A venda de capital é desinteressante nesse momento turbulento que o clube vive. Qualquer transação seria muito abaixo do valor que a marca pode realmente valer num futuro próximo. A proposta seria um financiamento. Estamos num momento adequado e oportuno para buscar um financiamento no exterior.

Por razões várias: em primeiro lugar porque a moeda estrangeira, quer seja dólar ou euro está no momento bastante elevado em relação à moeda brasileira. O que tornaria o investimento menos em moeda estrangeira, mais fácil de captação. Segundo, no momento temos opções de juros muito mais baixos vindos do exterior do que os que Vasco vem colocando em prática com bancos brasileiros ( juros de 17 a 22%) enquanto que temos a possibilidade de juros de 0,5% e a 6.75% ao ano. Em conjunto, propomos também investimento num ecossistema de pessoas.”

Esse financiamento serviria para:

1- Reestruturar a nossa dívida

2- Criar capital de giro (o grande problema do Vasco hoje). Esse investimento será necessário para fazer um time forte, preferencialmente a partir já do ano que vem, teríamos um time competitivo.

3- Revitalização de ativos

4- Novos projetos que poderão nos dar novas receitas para que possamos nos tornar independentes e pagar a amortização da dívida num custo mais baixo e poder tocar o clube com muito mais eficiência e qualidade.

5- A reforma das nossas sedes, em particular o estádio de São Januário.

6 – NOVOS PRODUTOS E SERVIÇOS - Um grande ativo do clube hoje, são os torcedores. A economia digital vem crescendo e fazendo prosperar as empresas que conectam pessoas aos interesses e paixões que elas compartilham. Hoje nos damos muito pouco ao nosso torcedor. A única vantagem e o desconto nas partidas de futebol. E neste momento de pandemia, em que não há jogos presenciais o torcedor está praticamente doando dinheiro para o clube porque não tem contrapartida nenhuma. Tivemos 110 mil renovações e sem ter nada em troca.

O somamos pretende fazer um pacote de entregas muito maior para que o torcedor tenha motivação de se filiar ao clube. “Nós somos o maior ativo do Club de Regatas Vasco da Gama. Cabe ao presidente reconhecer e monetizar isso”.


15 visualizações0 comentário
banner_grupo cofico.png
banner_arouca.png
banner_bom e barato.png
banner_686 gourmet.png
banner_breeze's.png
banner_esc. contabil vieira.png
banner_seu antonio.png
banner_AAP.png

© 2020 por Voz de Portugal. Criado com amor por Nathalia Maciel